terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Big Broadway Brazil


O Big Brother n começou, e com ele o período em que milhões de pessoas desperdiçam kilowatts, e mais kilowatts de eletricidade para assistir esse esboço de programa, que por sinal apresenta algumas particularidades interessantes dentro dessa esfera televisiva pós-moderna. Em sua curta vida, o Big Brother Brasil já tem um papel relevante no que tange a movimentação de dinheiro no mercado de revistas de conteúdo erótico e pornográfico, a cada nova remessa, pelo menos 60% dos bbb’s pousam nus, as espiadinhas parecem estar dando bastante lucro, e nesses tempos de crise sabe como é. Entre as diversas e divinas atribuições do bbb, está o dever patriótico de renovar a composição de meta-celebridades que muito em breve atuarão nas baladas desse Brasil varonil, que é gigante pela própria natureza e um impávido colosso. Cada nova edição do Big Brother abre vagas e dá um novo brilho, ou melhor, recicla o “profissional” ex-bbb, que vê essa temporada de safra como uma nova oportunidade de se vê na tela, de expor sua imagem no mercado midiático. O ritmo ciclotímico gerado por Bial e seus comparsas não se encerra ai, o bb também é um termômetro, um indicador, do padrão sócio-cultural que vigora em determinadas classes da sociedade; para a casa mais espiada do Brasil só entram perfis que atendem a uma determinada linha estética, ou você já viu algum desempregado desdentado relaxando na sauna do bbb. Outra intendência desse programa é a de ser um prato cheio para os blogueiros, uns espinafram, esculacham sem dó nem piedade atacando de um ponto de vista racional, mas outros, desavisados, escrevem com pieguice própria de telespectador viciado nos melodramas da casa. O efeito causado pelo Big Brother Brasil é mais visível após o termino desse programa, é quando um punhado de “Rafinhas, Natálias, Tatis e Fernandos” são lançados ao mundo real. Esses novíssimos pseudoartistas permeiam na nossa telinha, mas não nas telonas (deu pra sacar a ironia?). Na parte de divulgação, propaganda e marketing do bbb o que chama a atenção é um ato de grande criatividade e ao mesmo tempo oportunismo; o cartel montado em conjunto pela Globo e RedeTV, enquanto a primeira cede as imagens exclusivas do programa, a RedeTV ganha audiência vinculando, à tarde toda, no programa de Sônia Abrão, flashes, namoros, brigas e outras fofocas que rolam dentro da casa dos bbb’s; um mutualismo perfeito. Por mais inútil que pareça, o bbb faz sucesso, já foi também um fenômeno de audiência no começo, mas hoje em dia não tem o mesmo vigor. O formato do Big Brother fez e faz sucesso em outros países, principalmente nas camadas inferiores da sociedade, cumprindo assim o seu papel massivo. Depois de tantas críticas, Voilà, eu assisto o big brother. Mentira.

16 comentários:

MattXFrehley disse...

não gosto de Big Brother

Flávio Pinheiro disse...

Odeio BBB....

Felipe disse...

bbb=lixo+merda

Santos disse...

Nao presta, por varias razoes. Tem que ser muito leso pra assistir isso.

A'ZaF disse...

BBB é leCal o,Ó

mano ta rolando uma votação sobre o mascote do meu blog, se vc quiser ajudar vota lá...

abraços

http://paranoiaelucidez.blogspot.com/

PROTESTOS E disse...

eu assisti o ultimo
Sei o que dizer do assunto não.é de baixa qualidade, mas é viciante.mas tenho vergonha de ter assistido o de Iris e Alemão.srrsrs

Móó legal disse...

veio tô a muito tempo querendo flar de big brother no meu blog e vc faz isso... q post bacana cara!
big brodway!
auheuaheuhaueuahehaeuha d+!
num falo mais d bbb!
auehauheuaueheuahuea
acho um lixo tbm...

abraço!

--
www.moolegal.wordpress.com
mesmo sem bbb, é móó legal!

Rosangela A. Santos disse...

Sei não hem??

Acho que vc assiti... rsrsrs

Gostei muito da forma como escreveu fando o programa, acho que muitos falam mal mais acaba dando uma espiadinha .. eu por ex.. mudo de canal e lá está o BBB, e vejo uma moça de roupa vermelha, um rapaz deitado e ela "dançando na boquinha da garrafa", ops.... dançando pro rapaz, e quando tem votação ..- Eu adoro fulano gosto dele de verdade mas.....meu voto é pra ele e espero que volte do paredão.
Para né??!!!
São tantas besteiras e palhaçadas e agente v~e e não acredita ... mas da uma espiadinha ..s rsrsrs

Abç.

Wander Veroni disse...

Particularmente, acredito que os realitys show chamem atenção do público pelo fato de expor um comportamento social real das pessoas. Só terá sobrevida o participante que tiver realmente um trabalho pra mostrar, e não apenas um corpo ou uma vida social badalada.
Abraço

THIAGO PAULO disse...

Esses dias estava me perguntando porque só vai gente bem de vida, não no sentido financeiro, mais profissional, pois, a maioria já tem uma faculdade ou um emprego. Acho que seja pelo fato de que se um desempregado for lá, ele já é o ganhador logo na primeira semana.

O BBB é muito ruim, mais vicia de uma forma muito estranha.

Até mais!!!

Tom CoyoT disse...

Não vou mentir
eu sempre gostei de ver aquelas gostosinhas na tomando sol, tomando banho.

Mas eu não entendo como um programa daquele nível consegue um ibope alto.

Hoje, eu me recuso a ver qualquer capítulo do BBB.

E essa coisa de camada popular é mentira
conheço muito letrado que adora (em segredo) o BBB.

Meninas de Pantufa disse...

Olá...
vim conhecer o seu blog.....
gostei.... adorei o estilo dele.....
Agora é verdade...Tu tem razão... o pessoal enche muito os bolsos da Globo....... bom comigo não.... prefiro jogar wii com a família...rss

beijos...

Agatha disse...

O único que gostei foi aquele com o Samy, o médico Marcelo lembra?

Márcio Daniel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Márcio Daniel Ramos disse...

É incontestável a futilidade do programa. Mais também é fato que ele é viciante.

Você foi homenageado com um selo no meu blog, confira lá:

www.marciodanielramos.blogspot.com

André Luís Leite disse...

o que é BBB? tem algum coisa ver com o livro 1984?