sábado, 6 de setembro de 2008

Um olhar sobre o pré-sal


As recentes descobertas de gás natural e petróleo na camada de pré-sal, entre 5 e 7 km de profundidade, nos campos de Jubarte e Tupi, respectivamente nas bacias de Campos e Santos, em regiões ainda pouco estudadas e pouco exploradas, estão trazendo grande furor e expectativa tanto á população brasileira bem como ao mercado econômico interno e externo, mas para extrair os recursos é necessário constituir um modelo de exploração para determinar as diretrizes que deverá seguir, como também definir se a Petrobrás irá ser a única empresa a atuar na produção, e se o Estado será ativamente participativo no concurso. Outro fator é com relação às áreas já leiloadas para empresas privadas, que seriam exploradas arbitrariamente sem a regulação do governo. A formação de uma nova estatal para gerir o pré-sal, gerou polêmica já que deixaria em escanteio a manda-chuva Petrobrás, mas essa opção já foi descartada por Lula. A Petrobrás que por sinal está se revelando mais uma multinacional do que puramente uma estatal, com ativos em diversos países, a empresa também obtém lucros estupendos vendendo áreas de exploração para organismos privados. Para o presidente, o principal beneficiário tem de ser o povo brasileiro que segundo a constituição é o real detentor do petróleo sob a figura do Estado; os planos de Lula para com as reservas do pré-sal são ambiciosos e utópicos no sentido em que pretende acabar com a pobreza no país e ainda investir tudo o que o Brasil nunca investiu em educação. Toda essa pretensão esbarra na opinião bem fundamentada de alguns especialistas em economia que dizem ser inviável custear desenvolvimento e projeção social instantaneamente com os recursos provenientes do petróleo, e mais, uma adição tão grande de capital na economia poderia ser infinitamente mais nocivo ao câmbio, repelindo investimentos privados, geraria inflação e aumentaria de sobremaneira as importações, desfavorecendo o mercado interno, tudo isso tem sim uma relação de causa bem coerente, além disso, é fato que todos os países membros da OPEP são pobres, desiguais, centralizadores e com baixos índices sociais, assim como são as demais nações exportadoras, assim como é o Brasil, quando há 55 atrás Getúlio decretava que "o petróleo era 'nosso'".


Nesse entretempo de descobertas no pré-sal e previsões visionárias do futuro, nosso governo parece ter esquecido tudo o que se pôs a mesa de negociações com os biodieseis, não se ouve, se fala ou se lê mais nada sobre biocombustíveis; alguns que defendiam o louvável discurso ambiental que se fez em torno das energias limpas e renováveis, enfiaram a mão no óleo escurecido e seguraram a bandeira do pré-sal como forma de desenvolvimento a todo custo, sem cuidados ambientais. É uma grande responsabilidade determinar onde serão investidos os trilhões oriundos da comercialização da commodity, afinal, o que realmente se espera é que não sejam cometidos os mesmos erros de cinco décadas atrás, e que a tentação ambiciosa de um projeto de perpetuação no poder não sobre caia aos alquimistas que farão revolução com petróleo.


“A riqueza do petróleo produz dólares, mas não desenvolvimento instantâneo” Ricardo Hausmann- Professor-economista Harvard.

21 comentários:

Márcio Ribeiro disse...

O fato é que o governo não tem dinheiro para a implementação de uma estatal, e isso deverá ser feito pela própria petrobrás, que detem apenas 40% de suas ações. O governo lula, em plena campanha eleitoral não declarada, usa do petróleo como literalmente um combustível pra desviar as critícas e a atenção da midia, nos escandalos e investigações que estão seido feitos atualmente.
Trata-se de um jogo político, onde ganha quem melhor encobrir suas falhas.

Excelente post, não conhecia seu blog, mas achei muito interessante.

http://comideiaseideais.blogspot.com


Concurso para blogueiros "Ganhe uma coluna". Acesse www.portodosul.com.br e participe.

Prolixo Lacônico disse...

Muito bom alguem para falar desse assunto tao importante para o país...
confesso que aprendi bastante!

Marcelo disse...

Não houve abandono das negociações sobre o biodiesel não.. acho que houve um equívoco. Isso é outro assunto em pauta, mas com faz parte de um programa de médio/longo prazo... a coisa só ficou meio camuflada com as recentes notícias das reservas de petróleo pré-sal que, tecnicamente, representam uma riqueza e alternativa energética em prazo um pouco menor.

Senhor pseudo-anônimo, vulgo pseudônimo.. disse...

getulio ja sabia

New is Cool disse...

Aweee Galera, vamo se consientizar!!!
Conheça meu blog tmb!!! Participe deixando recados e dicas pra melhora do nosso Blog!!!

Riso Certo disse...

o petroleo eh nosso... por enquanto.

30 e poucos anos. disse...

Eu tbm não acho q o biodisel tenha sido esquecido ... o que acontece é que o brasileiro tende a esquecer os fatos rapidamente com o surgimento de novos acontecimentos .... agora é o pré-sal, daqui a pouco ja para de faklar em pré-sal pra falar de outro assunto que da mais ibope.

Dr. Bráulio disse...

na boa/??? odeio o lula e seu governo

http://www.galinhaversuspinto.blogspot.com/

Dr. Bráulio disse...

na boa/??? odeio o lula e seu governo

http://www.galinhaversuspinto.blogspot.com/

30 e poucos anos. disse...

" No Brasil é assim: quando um pobre rouba, vai para a cadeia, mas quando um rico rouba ele vira ministro."
Frase dita pelo nosso querido presidente Lula em 1988...será que ele ja estava nos preparando desde 88 e nós não percebemos ???


http://www.algunstrintaanos.blogspot.com/

Jonatas Fróes disse...

Eu também acho que o biodisel não foi esquecido, só foi deixado de lado momentâneamente. É assim com tudo aqui no Brasil hehehe xD

[]'s

Musikaholic

rosangela disse...

Putz .. rsrsrs

Concordo com o Jonatas!!

é complicado ..

abçç..

bob.loco Ah ViDa Eh lOcA mAnO!!! disse...

deixam de lado e acabam esquecendo
depois nem vao se lembrar disso

abraços

www.manufaturanova.blogspot.com disse...

bicho, n aguento mais esse maluco-molusco... acredita q ele disse em conferência pública q n sabia q a água do mar era salgada por causa da camada de pré-sal? ele achava q era salgada por causa do xixi das pessoas q fazem dentro do mar... pqp... ¬¬"

Anônimo disse...

E verdade os assuntos prioritarios ficaram em segundo plano com a descoberta do pre-sal.

Alcione Torres disse...

Oi! Tem um selo para você lá no Sarapatel de Coruja!
http://sarapateldecoruja.blogspot.com/2008/09/prmio-dardos.html

PlanetaCelular disse...

Caros Amigos

O Cineplaneta informa que o seu blog foi indicado no Prêmio Dardos.

Parabéns... o seu blog é NOTA 10....

Veja o seu blog no Cineplaneta, um blog que se preocupa com a cultura, informação e a inclusão digital.

http://cineplaneta.blogspot.com/2008/09/prmio-dardos-indicados-do-cineplaneta.html


abs
Paulo Araujo

Prolixo Lacônico disse...

tava querendo saber disso e nao achava um blog que me informasse...
vlw!

Janaína Moraes disse...

Na minha humilde e modesta opinião, mesmo sendo contra a especulação do governo em cima, acho que Pré-Sal foi a maior descoberta de todos os tempo.
Ela vem não só para trazer mais "fortuna" para o Brasil, mas tbm para aliviar um pouco este povo tão cansado e calejado de tantas notícias ruins.

Passa no Estórias.

Veridiana disse...

Bom dia a todos,
(desculpem os erros, não falo mais português muito bem)

Sou estudante de economia na França ha 4 anos, estou um pouco desatualizada sobre as coisas que acontecem no Brasil (que vergonha!!!). Jah sabia que haviam descoberto novas reservas de petrôleo no Brasil, mas ainda não tinha lido nada sobre as intenções do governo.

Gostaria de dar a minha o opinião sobre duas coisas diferentes. Primeiramente, vou falar sobre o que penso dos planos do governo. Em seguida, queria criticar um ou outro comentario deixado acima sobre o “cliché” do brasileiro.

A primeira vista, o plano do governo Lula parece ser a salvação de todos os problemas do Brasil : eduação precaria, sistema de saude publica ineficaz, falta de investimento em pesquisa e desenvolvimento, criação de um fundo soberano etc. A proposta é tentadora, mas não acredito que seja viavel, alem de tudo, esse discurso de uma nova estatal me faz pensar em Hugo Chaves (Sera que qualquer semelhança seja mera coincidência?!).
Primeiro vamos comparar dois paises que seguiram planos de desenvolvimento econômicos diferentes; primeiro o Japão em seguida a Venezuela.

Veridiana disse...

O Japão era um pais extremamente pobre logo apos a segunda-guerra mundial. Para se desenvolver, a estratégia era se apoiar em suas vantagens comparativas : mão de obra barata e abundante. A renda retirada de suas vantagens comparativas foram investidas para melhorar a produtividade da produção, criando mais valor agragado : technologia, educação, pesquisa e desenvolvimento... Gradativamente, os produtos japoneses ganharam valor, qualidade e complexidade. Bom, para ir diretamente ao ponto, apesar da falta de recursos naturais (petrôleo, carvão, minerais e florestas), o Japão conseguiu se tornar um grande potência econômica e aos poucos, uma parte da industria da Europa foi deslocalizada ao Japão.

Jah do outro lado do mundo se econtra a Venezuela, rica em recursos naturais. A estratégia da Venezuela apresenta algumas semelhanças com o projeto Pre-sal : dar ao povo, o que é do povo! A base da economia desse pais é a produção de petrôleo, a qual é dominada por uma unica empresa estatal (PDVSA). Os petrodolares são usados para subvencinar todo o resto da economia e para suprir as necessidades do pais, comida, saude, educaçao publica... Por consequência o pais, nao desenvolveu a sua agicultura, a sua industria, infrastrutura, nem seus serviços. E mais facil e rapido importar os produtos jah prontos e subvenciona-los com “petrodolares”. A Venezuela continua um pais politicamente instavel, com uma infrastrutura precaria, com idices de corrupção e inflação elevados e baixos idices de desenvolvimento humano e econômico.

A gente pode se perguntar então, qual foi o erro da Venezuela ? A principal razão é que os “petrodolares” representam rios de dinheiro que caem na economia sem um real valor economico agragado. O Japão obteve sucesso porque soube traçar um plano estratégico coerente, e sobre tudo, soube investir onde realmente poderia haver criação de valor. Exemplo : a renda retirada das produções eram reinvestidas para melhorar a produtividade das maquinas utilisadas, melhorar a qualificação dos trabalhadores (investimento em formação) e para melhorar a infrastrutura do pais com o objetivo de atrair empresas estrangeiras. Ou seja, eles investiram de forma estratégica e inteligente, para suprir uma verdadeira necidade.

O Brasil tem varias vantagens competitivas, como a agricultura, as riquezas minerais, mão de obra relativamente barata e qualificada e uma industria em desenvolviemento. Não acredito que o petrôleo a 7km de profundidade seja a melhor vantagem competitiva do pais. Sobre tudo, nos sabemos mais que ninguem que empresas estatais não apresentam uma boa produtividade, e que dinheiro facil nas mãos do governo é sinônimo de corrupçao, inflação e todo o tra-la-la que ja conhecemos.

Na minha opinião, o governo deve se contentar com a sua posição de regulador das resevas de petrôleo e não querer embarcar novamente na onda de empresas estatais.


Critica do comentario :
“Brasileiro esquece tudo muito rapido.”

Nos temos que parar de repetir as coisas que ouvimos sem realmente refletir sobre o assunto. Não gosto de ouvir esses “clichés” sobre os brasileiros. E impossivel falar sobre tudo o tempo inteiro, o fato da midia não falar mais sobre alguma coisa, não significa que essa coisa deixou de existir. A União Européia continua tendo o objetivo de substituir 20% da sua consumo energético por fontes renovaveis até 2020, no qual o Brasil tera uma forte participação com o etanol e outros biocombustiveis. As empresas de energia continuam, igualmente, investido em fontes renovaveis e energia alternativa.

Se você feichar os olhos, não quer dizer você vai se tornar invisivel...

Dia 22 de outubro tera uma conferencia sobre o biodiesel no Brasil : http://www.biodieselbr.com/biodiesel/brasil/biodiesel-brasil.htm

Voilà, bonne journée à tous!!!!