domingo, 23 de março de 2008

22 de março: A Paraíba e a água

No dia mundial da água, pode-se dizer que o estado da Paraíba tem bons motivos para comemorar, a não ser pela decretação de estado de emergência feita pelo ainda governador Cássio Cunha Lima, com intuito de atender as cidades mais afetadas pelas chuvas que atingiram e causaram danos materiais e até vítimas fatais em alguns pontos do estado. Com relação aos recursos hidrícos a Paraíba recebeu na última semana um grande volume de água proveniente de fortes chuvas em todo território, principalmente no Sertão, onde o clima árido e o baixo índice pluviométrico sempre castigaram os habitantes da região. Hoje, segundo a AESA (Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba), nove açudes atingiram a capacidade máxima, e estão "sangrando", outros dois estão na faixa de 97% de capacidade, e o maior reservatório do Estado, com 1,3 bilhões de metros cúbicos, o açude Coremas/Mãe Dágua, está com 70% de sua capacidade total; e pelo que indica os dados meteorológicos, as chuvas deverão continuar a cair nos próximos dias; o que nos leva a crer que outras barragens irão sangrar. Para se perceber claramente a dimensão desse fato; Cabaceiras (a "Roliúde" brasileira, como assim é chamada), cidade com média pluviométrica anual de 300mm, registrou em apenas 48 horas, um acúmulo de 280mm; uma verdadeira anomalia para essa região.


Na semana anterior a essas chuvas que precipitaram sobre a Paraíba; como um preâmbulo, houve, na cidade de Monteiro, um ato pró-transposição, ato político, diga-se de passagem; onde estavam presentes representantes dos quatro estados que receberão parte da água do Rio São Franscisco, além de lideranças religiosas e comunitárias. Também estava presente o ministro da integração nacional, Geddel Vieira Lima. A foto ao lado demonstra categórica o caráter essencialmente propagandístico a que se deteve esse evento, Cássio embelezou o momento dizendo:

"Estamos aqui deslumbrando o amanhã, o futuro nos foi
negado durante séculos.
De forma especial, Paraíba, Rio Grande do Norte,
Pernambuco e Ceará estiveram
tolhidos de vida digna, do desenvolvimento
econômico, por falta de água"
É verdade, a transposição trará desenvolvimento e progresso à Paraíba, e ao Nordeste setentrional, mas o projeto de integração das bacias ainda é questionado por alguns especialistas, e ainda há vigorosos debates sobre esse tema. Diferentemente de Dom Luiz Cappio, o famoso bispo que fez greve de fome por conta do início das obras de transposição; o arcebispo da Paraíba e presidente do Comitê de Defesa do Projeto de Integração de bacias, Dom Aldo Pagotto, que é a favor do projeto; em seu discurso, pediu que a água que irá chegar seja bem cuidado, disse também, que não é pelo fato de que iremos ter mais água a disposição, que devemos desperdiçar. Parece que o problema da água e da seca na Paraíba, já não será mais problema, logo, não será pretexto para o baixo crescimento e nem para a pobreza no Sertão e no estado como um todo.

6 comentários:

Rafael disse...

O Velho Chico não pode ser transportado; mas sim revitalizado. Só sendo babaca para acreditar no sucesso dessa obra faraônica.

PS: Voltarie/ Iluminismo

Daniel Leite disse...

Ótima notícia! Muito bom saber que o Sertão "está virando mar". As diferenças naturais são aquelas que mais assustam, pois são mais complexas de serem vencidas. E agora, o sr. Cássio Cunha Lima precisa seguir em frente e fazer o estado crescer.

Até mais!
Só sei que nada sei

http://pordentrodomundodabola.blogspot.com

bob.loco disse...

oo te confesso que nem li o texto, mas posso me explicar, achei ele meiu grande ( o preguiça) e tbm por que vi que o assunto é na paraiba(acho que eh na paraiba) e mesmo que eu le-se eu nao entenderia mto bem, jah que nao estou por dentro do assunto, mas bem legal seu blog

soh que ele demoro mto pra carregar aqui, foi o blog mais pesado que eu abri hj aqui, isso que jah visitei mtos, acho que eh por que vc colocou bastante coisas em flash e anuncio que pesam..

c kiser pasa nu meu

http://ehtudoloco.blogspot.com/

Conquistadores (Didixy) disse...

Isso é uma ótima notícia para o povo de lá, mas existi ainda muito diferença e terá que correr atrás. Mas já é um grande avanço.

Abs

Fábio Buchecha disse...

Bom cara, no fim das contas não tem muito o que comemorar. Esse lance da transposição ainda vai dar muito o que falar, pois os danados dos especialistas que discordam também estão certos. Vai vencer, como você disse, a melhor propaganda da coisa.

___________________________________
TemPraQuemQuer <<< Entra!

Camila Passatuto disse...

Existe muita coisa por trás do simples fato de ir pra cá ou pra lá as aguas do tal rio...

que seja feita da forma que uma maioria significante seja beneficiada